Polícia

17/11/2017 19:09

Homem acusado de homicídio na T-26 com K-5 é preso pela Delegacia de Homicídios de Ji-Paraná

Na manhã desta sexta-feira(17),Policiais da equipe de homicídios de Ji-Paraná, Policia Militar e Policiais civis de Presidente Médici, efetuaram a prisão do principal suspeito de matar o ex-presidiário Amós Vieira de Carvalho, 34 anos, morto com um tiro de espingarda quando o mesmo estava em um bar localizado na rua T-26 , no bairro Nossa Senhora de Fátima. O mesmo ainda foi socorrido até o hospital e não resistindo aos ferimentos causados pelo os chumbos, que  atingiram Rosto e o Tórax.

Os policiais tão logo tomaram ciência do crime iniciaram as investigações que cominou com prisão de Renato Ferreira da Silva, vulgo Renatinho. A prisão do suspeito se através de um trabalho da Policia Militar em conjunto com policiais da DERF(Departamento de roubos e furtos de Ji-Paraná),quando detiveram três pessoas com uma camionete furtada e nesta ocasião estava uma garrucha(que possivelmente seja a arma que matou a vitima), revolver 38 e uma pistola.

Segundo o delegado Cristiano Mattos, responsável pela delegacia de Homicídios, apurou que a vitima Amós Vieira e Renato Ferreira(vulgo Renatinho),ambos estavam envolvido com furtos de gado na região, e que devido a partilha do cominado, o mesmo resolveu matar o ex- presidiário. O suspeito nega o crime.

Com prisão do suspeito Renato Ferreira, os policiais agora ,espera juntar mais provas para juntar e concluir o inquérito para o encaminhamento ao Ministério Público.

 

Caso Amós:

O homicídio aconteceu em um bar localizado na T-26 com K-5. Segundo informações um homem em uma motocicleta chegou no bar que Amós Vieira de Carvalho  de 34 anos estava  consumindo bebidas  por volta das 21:00hs com uma espingarda em mãos se aproximou de onde Amós estava sentado e sem falar nada atirou contra ele uma vez. O tiro atingiu a a boca e a região do tórax. Amós ainda tentou correr pedindo ajuda a vizinhos do bar que entraram em contato com o 190. O corpo de bombeiros foi chamado e prestou socorro a vítima até o HM; porém Amós ainda no pronto socorro não resistiu aos ferimentos vindo a óbito. A Polícia Militar esteve no local para os serviços cabíveis. Amós tinha várias passagens pela Polícia.

 

 


WWW.RONDONIATUAL.COM: Este site acompanha diversos editoriais. Todos as notícias veículadas aqui são tratatas como simples suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Não nos responsabilizamos por quaisquer comentários de nosso internautas.

Retirar notícia: Entre em contato, enviando-nos o link da matéria.

CONTATO: contato@rondoniatual.com

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo