Impedida de “se aglomerar” em conveniência, mulher agride garçonete e polícia é acionada

Vítima de 32 anos sofreu arranhões no pescoço

0 296

Na tarde de ontem, a atendente de uma conveniência foi agredida por uma cliente, após se recusar a atender um pedido para que ela pudesse fazer uma aglomeração no estabelecimento.

De acordo com o registro do caso, a garçonete de 32 anos estava servindo os clientes na conveniência, que fica na avenida Curitiba, bairro Jardim Eldorado, quando a cliente pediu que ela juntasse as mesas.

A funcionária explicou que não atenderia o pedido, porque ele infringia as regras do decreto municipal que estabelece medidas de distanciamento durante a pandemia de Covid-19 em Vilhena.

BANNERCAMAROTE

Irritada, a agressora pulou no pescoço da garçonete, que ficou com arranhões no local.

A polícia não encontrou a acusada no local, mas ela, que aparenta ter cerca de 35 anos, será identificada pelas câmeras de monitoramento do comércio, e irá responder pelo ataque.

Fonte:folha do Sul