Estelionatários estão usando foto de vilhenense para aplicar golpes do empréstimo consignado em várias cidades

Andressa disse que vai acionar a polícia após receber ameaças

0 152

Ex-funcionária de uma instituição que fazia empréstimos consignados, a vilhenense Andressa Cristina Tomacheski de Souza, 29 anos, procurou a redação do FOLHA DO SUL ON LINE na tarde desta segunda-feira, 02, após receber ameaças e ser acusada de crimes que garante não ter cometido.

Em 2019, antes de trabalhar no segmento, Andressa tentava obter um empréstimo de R$ 3 mil, quando foi orientada pela empresa com a qual negociava, a enviar uma foto segurando seu RG. O dinheiro não saiu, mas dois anos depois, começam a aparecer as dores de cabeça.

Ontem a denunciante, que há quatro meses parou de trabalhar com crédito consignado, ficou sabendo que sua foto e seus documentos estão sendo usados para aplicar golpes. Ela recebeu vários prints de denúncias contendo sua imagem.

São diversas vítimas em Estados diferentes do país, que são contatadas pelas pessoas que usam a imagem da vítima para oferecer empréstimos no manjado golpe que consiste em exigir um adiantamento e, quando isso é feito, a pessoa é bloqueada.

Andressa, que pretende registrar queixa na polícia, disse que jamais manteve contato com alguém para negociar empréstimos, e mostra que o número usado para enganar as pessoas é de São Paulo. “Estão se passando por mim e várias pessoas já caíram nesse estelionato”.

BANNERCAMAROTE

O medo da vilhenense é que vítimas da trapaça possam cumprir as ameaças contra ela por causa de sua imagem, que vem sendo compartilhada em várias cidades do país.

“Oi gente boa noite gostaria de alertar vocês sobre um golpe que eu levei hj , pra vocês não caírem também tbm , Solicitei um empréstimo com essa mulher aí Andressa , ela me disse que eu tinha que dar R$250 para uma identidade digital só com isso eu conseguiria fazer um empréstimo de 5000, daí tudo bem pedi A ela que me provasse que era correta ela me mandou identidade junto ao rosto achei o Instagram e Facebook daí tudo OK ,achei que fosse confiável fiz a transferência bancária de R$250 dai perguntei a ela terá que pagar mais alguma coisa o satanás da mulher disse não somente esse valor daí então a galinha me transferiu WhatsApp de um homem que ia finalizar o empréstimo ,foi aí que ele me disse para aguardar um pouco que estaria terminando com o cadastro o desgraçado novamente me mandou mensagem dizendo senhora para finalizar o seu empréstimo você tem que fazer uma equitação de algo que eu não sei que porra é de R$900 ,você pagando esses R$900 estarei liberam do seu empréstimo eu disse a ele que eu não ia pagar R$900 nenhum porque eu não tinha e que queria meu dinheiro de volta porque eles não me avisaram que eu deveria pagar mais R$900 aí ele disse que não tinha uma bola de cristal pra prever que a minha proposta daria errado ,deveria pagar os 900 eu disse que eu ia na delegacia ele falou que não tem problema com a delegacia que eu poderia ir o filha da puta até agora não me devolveu meu dinheiro e eu estou botando a cara dele aqui pra vocês não cair no mesmo golpe e da galinha também sua vagabunda.??? eles tem até CNPJ eu tenho uma foto da identidade dela tenho o CPF dele e de uma outra pessoa por isso que eu acredite”, diz uma moradora do Rio de Janeiro, junto com a foto da vilhenense e de um rapaz, acreditando ser ela a golpista da qual foi vítima.

“Estou preocupada e começando a entrar em pânico, pois minha imagem está sendo usada para cometer crimes virtuais. Espero que a polícia resolva logo essa situação”, finaliza Andresssa.

Fonte:folha do Sul