Mesmo proibidos, blocos de carnaval ocuparam ruas do Rio no último fim de semana.

0 43

Mesmo proibidos pela prefeitura, vários blocos tomaram as ruas do Rio no último fim de semana. Milhares de pessoas se reuniram para desfilar na Região Central e Zona Portuária da cidade. Segundo a fiscalização municipal, oito blocos foram dispersados no fim de semana. A ação dos agentes, no entanto, não impediu várias aglomerações – motivo pelo qual os blocos não deveriam ocorrer.

Entre a manhã e o início da tarde de sábado (26) e na tarde de domingo, os foliões desfilaram pela Avenida Rio Branco, Praças Mauá, Praça 15 e ruas transversais de menor circulação, como a Miguel Couto.

Secretário Municipal de Ordem Pública, Breno Canevalle afirmou que a movimentação dos grupos é monitorada.

BANNERCAMAROTE

“Esses são blocos, em essência, de improviso. As pessoas vão se aglomerando, o carnaval está no DNA do carioca. A Secretaria de Ordem Pública está buscando o diálogo e a conscientização dessas pessoas. Especialmente para que elas não causem transtorno para o bom funcionamento da cidade, como o fechamento de vias. Então, fazemos o monitoramento – seja pelas redes sociais e pelo próprio patrulhamento na cidade. Constatados os desfiles, atuamos no diálogo, na conscientização, para que essas pessoas se dispersem e causem o mínimo de transtorno possível”.

Ele chamou a atenção para o menor número de blocos em comparação ao que aconteceria em um ano normal.

“O carnaval, como aconteceria normalmente, não está acontecendo. Em uma situação normal, teríamos blocos nas ruas desde janeiro.

A maioria das pessoas está respeitando. Essas pessoas que infelizmente estão descumprindo, precisamos lidar com elas com bom senso e com diálogo. Dentro do necessário, tomamos medidas mais duras.