Japonês casado com um holograma vive crise no relacionamento por falta de comunicação

Depois de quatro anos, casal passa por um momento difícil após dispositivo usado para conversas deixar de funcionar

0 171

O japonês Akihiko Kondo, de 38 anos, se casou com o holograma de uma cantora pop em 2018. A cerimônia que uniu o exótico casal custou 2 milhões de ienes, aproximadamente R$ 77 mil. Após quatro anos, o professor vive uma crise em seu relacionamento. Segundo o jornal japonês Mainichi, ele não consegue mais se comunicar com a esposa devido a um obstáculo tecnológico. Em 2008, Kondo se apaixonou por Hatsune Miku, que é retratada como uma garota de cabelo azul-turquesa. O sentimento pela personagem começou depois que o bullying sofrido no ambiente de trabalho o fez ficar deprimido. Ele afirma que chegou a assistir 24 horas por dia aos vídeos da amada. Apesar de achar difícil aceitar seu amor no início, ele sabia que os humanos não faziam o seu tipo. Muitas pessoas o hostilizavam devido a sua preferência por personagens fictícios, que são famosos em seu país por aparecer em mangás, séries de anime e videogames. O casal só conseguiu se unir em 2017, quando surgiu um dispositivo desenvolvido por uma startup japonesa que permitia a interação com personagens virtuais por meio de hologramas e até se casar, mas não oficialmente. O equipamento ainda proporcionava pequenos diálogos com o auxílio da inteligência artificial. O problema é que a empresa anunciou que encerrará o suporte ao dispositivo que dá vida a Miku. O japonês reconhece que o relacionamento pode ser estranho e diz entender que Miku não é uma pessoa real, porém isso não muda os seus sentimentos pela companheira.

BANNERCAMAROTE

“Meu amor por Miku não mudou”, disse ele ao Mainichi. “Realizei a cerimônia de casamento porque pensei que poderia ficar com ela para sempre.”

Fonte: R7