Cabo dos Bombeiros baleado em assalto na capital teve parada cardíaca e não resistiu

0 841

BANNERCAMAROTE

O SITE apurou que o cabo do Corpo de Bombeiros, Anderson Ferreira Lima, de 40 anos, que foi baleado com um tiro nas costas, durante um roubo, ocorrido nas proximidades do Orgulho do Madeira, localizado na zona leste de Porto Velho, morreu no Hospital João Paulo II, após uma parada cardíaca.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Anderson deu entrada no hospital em estado grave e acabou sofrendo uma parada cardíaca. A equipe médica realizou inúmeras tentativas de reanimação, mas o paciente não resistiu e morreu por volta das 5 horas da manhã desta segunda-feira (22).

O crime

O jornal apurou que Anderson foi socorrido com vida e relatou para os policiais militares que criminosos teriam atirado em suas costas e roubado sua pistola calibre 380.

A motocicleta do militar, uma Honda XRE300, estava caída no cruzamento das ruas Jerônimo Santana com Palmas, foi apreendida e levada para o pátio do 5° BPM.

Uma equipe do Samu foi acionada, e encaminhou a vítima para a UPA Leste, onde recebeu os primeiros atendimentos, mas por conta do grave estado de saúde do militar, os médicos precisaram entubar Anderson e o transferiu para o Hospital João Paulo II, onde acabou morrendo.

Agora, o crime será investigado pela Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio de Porto Velho.

RONDONIAGORA