EMPRÉSTIMO CONSIGNADO AUXÍLIO BRASIL: mais de 20 milhões poderão SOLICITAR o crédito; veja como

0 103

BANNERCAMAROTE

Mais de 20 milhões de brasileiros estarão aptos a solicitar o consignado do programa Auxílio Brasil. É o que projeta o Ministério da Cidadania, pasta responsável pela regulamentação do crédito. O cidadão poderá solicitar o dinheiro, receber o saldo, e passar a fazer os pagamentos na forma de descontos nas parcelas do projeto.

O número de pessoas que poderão fazer a solicitação corresponde exatamente a quantidade de indivíduos que fazem parte do programa Auxílio Brasil. Em regra geral, todos os cidadãos que fazem parte da folha de pagamentos do benefício poderão solicitar o crédito. Não importa quantas pessoas residem na mesma casa.

Do mesmo modo que qualquer um poderá solicitar, ninguém é obrigado a pedir o consignado. No final das contas, a decisão de entrar ou não no processo será sempre do beneficiário. Especialistas apontam que cada um precisa pesar a sua situação para saber se o consignado é ou não vantajoso para a sua saúde financeira.

Segundo economistas, o consignado do Auxílio Brasil pode ser uma boa ideia para as pessoas que precisam do dinheiro para fazer um investimento. Aqui não estamos falando apenas de mercado financeiro ou aplicação em bolsa. O uso do saldo para comprar um material de trabalho ou de estudo, por exemplo, é um tipo de investimento.

Por outro lado, o consignado pode ser perigoso para as pessoas que precisam da quantia para comprar comida, materiais de limpeza ou mesmo para pagar contas emergenciais. É necessário lembrar que tais gastos chegam todos os meses, e ao solicitar o empréstimo, o usuário vai começar a receber menos no Auxílio Brasil nos meses seguintes.

Liberação em setembro

Em entrevista recente, o Ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento, disse que a tendência natural é que o consignado do Auxílio Brasil seja oficialmente liberado a partir de setembro. Para tanto, será necessário regulamentar a proposta até o final deste mês de agosto.

“A lei foi aprovada, sancionada pelo presidente, logo em seguida o presidente assinou um decreto. A portaria, o sistema para concessão, habilitação, homologação dessas empresas, uma série de documentos também”, disse ele.

“Acredito que até início do mês que vem seja tudo regulamentado. Em setembro deve estar operacional”, completou o Ministro. Apesar de fazer tal indicação, Ronaldo Vieira Bento preferiu não dar nenhuma data exata para a liberação.

Descontos do consignado só após eleição

Como dito, o consignado do Auxílio Brasil funcionará com pagamentos em forma de descontos mensais nas parcelas do programa. A margem consignável será de 40%, o que quer dizer que a cada mês, o abatimento será de, no máximo, R$ 160.

Caso o consignado do Auxílio Brasil seja liberado realmente em setembro, as pessoas só poderiam começar a ter o abatimento em outubro. Assim, elas pegariam o dinheiro antes das eleições, e só começariam a pagar depois do 1º turno.

O fato levantou críticas de opositores do Governo que acusam o projeto de ser eleitoreiro. O Ministro da Cidadania se defende afirmando que o objetivo do poder executivo é simplesmente inserir os mais pobres em um sistema de bancarização.