Vídeo mostra homem sendo espancado e esfaqueado na frente da esposa após por proibir churrasco em hotel

0 130

A Polícia Civil prendeu dois homens, identificados como autores do homicídio que vitimou Adriano Cavalcante Santos, 43 anos, na noite de domingo (21), em um hotel de Paranatinga (370 km de Cuiabá). De acordo com as investigações ele foi assassinado porque proibiu que um grupo fizesse churrasco no local. As imagens do crime foram captadas por câmera de segurança. (Veja o vídeo abaixo).

Segundo a Polícia Civil, Adriano, que era marido da gerente do hotel, foi até o estabelecimento na noite do crime para buscar seu celular. Ao chegar, encontrou funcionários de uma empresa, que estavam hospedados no local, fazendo confraternização com churrasco e bebidas alcoólicas.

 A mulher pediu para que o grupo terminasse o churrasco, pois não era permitido bagunça no hotel. Quando ela saiu para pegar uma chave, dois homens passaram a segui-la, possivelmente com a intenção de afrontá-la. Veja vídeo no fim da matéria.

Neste momento, Adriano desceu do carro e questionou sobre o churrasco, dizendo novamente para finalizarem a festa, quando começou troca de ofensas e uma confusão generalizada.

As imagens mostram Adriano discutindo com um dos envolvidos, quando outro chega com uma grelha de churrasco e dá um golpe na cabeça da vítima. Adriano correu atrás do agressor e um segundo homem, empunhando um canivete, desferiu um golpe por trás da vítima.

Adriano cai e é espancado e golpeado. Outro criminoso também deu socos na vítima, já caída, após ter tomado a primeira facada.

Conforme a Polícia Civil, cinco criminosos foram conduzidos para a delegacia. Os dois homens que deram golpes com grelha e com um canivete foram autuados em flagrante por homicídio qualificado.

BANNERCAMAROTE

Além dos cinco conduzidos à Polícia Civil, outras duas pessoas, que teriam participado da briga, fugiram do hotel logo após o crime em um veículo Voyage. O carro foi localizado em Primavera do Leste e dentro dele estava o canivete utilizado no crime.

O delegado Eric Martins explicou que o crime foi esclarecido, sendo necessárias apenas algumas diligências para concluir a investigação.

“Duas pessoas responsáveis pelo homicídio estão presas e uma terceira, que agrediu a vítima, responderá pelo crime também. Estamos com diligências para localizar as duas pessoas que fugiram, mas já apuramos que não estão envolvidas no homicídio e sim na confusão que se iniciou”, pontuou Eric Martins.

VÍDEOS:

FONTE: REPORTERMT