Cantor sertanejo é preso por suposto desvio de dinheiro público em compra de respiradores

0 276

BANNERCAMAROTE

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (31) o empresário e cantor sertanejo Almir Mattias, sob suspeita de participação em esquema de desvio de dinheiro público em compra de respiradores durante a pandemia de Covid-19. 

Segundo aponta a PF, Almir Mattias é responsável por OSs (organizações sociais) que teriam participado do desvio de R$ 125 milhões dos cofres públicos em contratos com prefeituras. Desse total, R$ 109 milhões teriam sido desviados pela OS Pró-Vida, de propriedade de Mattias e responsável pela gestão de parte dos serviços de saúde pública no Guarujá, litoral de São Paulo. 

De acordo com a corporação, os respiradores utilizados pelas organizações sociais de Mattias foram adquiridos com verba pública e não tinham as autorizações de uso necessárias por parte da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Além disso, a Anvisa chegou a determinar a suspensão da comercialização ao considerar os aparelhos em questão ineficazes, segundo a Polícia Federal. 

Procurada pela manhã, a defesa de Mattias informou que buscaria mais detalhes sobre a decisão.

A prisão do cantor ocorreu em seu apartamento em São Paulo e faz parte da Operação Ar Puro. Os investigados poderão cumprir penas que variam de 11 a 18 anos de reclusão, além de terem de pagar multa.

R7