Brasileiros são presos nos EUA por tiroteio que deixou feridos em festa

Três brasileiros foram presos pela polícia norte-americana acusados de participação em um tiroteio em um galpão da cidade de Worcester, no estado de Massachusetts, que deixou ferido o também brasileiro Eric Lima, de 18 anos, que está internado em coma. Segundo a polícia, a troca de tiros ocorreu em uma festa realizada no dia 15.

Patriky Sampaio Gomes, 21, e os irmãos Carlos Junio Alves-Silva, 20, e Luis Fernando Alves-Silva, 18, são acusados de iniciar o tiroteio, que deixou, além de Eric, outros cinco feridos. Luis Fernando foi preso em Danbury, Connecticut. Patriky e Carlos foram detidos em Worcester, afirma a polícia.

Segundo apurou o site norte-americano de notícias MassLive, Patriky foi indiciado na tarde de quinta-feira, no Tribunal Distrital de Worcester, por porte ilegal de arma de fogo carregada, porte de arma de fogo sem licença, agressão com arma perigosa, disparo de arma de fogo a menos de 150 metros de uma residência e posse de munição sem cartão FID (documento que permite porte de armas).

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

O juiz James G. Haddad ordenou a prisão de Gomes sem fiança até uma audiência de periculosidade em 27 de outubro.

O advogado de Patriky, Sean McGinty, disse que seu cliente deu uma declaração à polícia negando sua participação e afirmando que recebeu mensagens ameaçadoras dos outros dois homens acusados.

A polícia recebeu um chamado para comparecer ao armazém por volta das 3h, onde uma pessoa teria sido baleada. Os policiais entraram no prédio e encontraram Eric, com ferimentos graves.

O jovem recebeu assistência médica e foi levado ao hospital de ambulância, segundo as autoridades, e está em coma devido à gravidade dos ferimentos. As outras cinco vítimas também foram levadas a hospitais da região, mas passam bem.

You cannot copy content of this page