Morre Isabel Salgado, ícone do vôlei brasileiro, aos 62 anos

O vôlei brasileiro perdeu um de seus grandes nomes nesta quarta-feira. Morreu a ex-ponteira Isabel Salgado, aos 62 anos. A ex-atleta foi acometida pela síndrome de angústia respiratória aguda (SARA), uma condição clínica rara. Isabel chegou a ser internada no Hospital Sírio-Libanês. A família e o hospital ainda não se manifestaram, mas a informação foi confirmada por amigos próximos.

Isabel havia sido acometida por uma pneumonia quando a internaram pela manhã da última terça-feira no Hospital Sírio-Libanês. Intubada no decorrer do dia, precisou entrar na oxigenação por membrana extracorporal (ECMO), mas não resistiu. Amigos e da ex-jogadora e personalidades do esporte e da política estão usando as redes sociais para lamentar a perda e lembrar de sua importância dela para o esporte nacional.

Isabel estava feliz com projetos pessoais e envolvida com novo governo federal. Na última segunda-feira, a ex-atleta foi indicada para a pasta do esporte na equipe de transição do presidente eleito, Lula, ao lado de nomes importantes da área.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

Paula Barreto, que preparava um documentário ao lado de Isabel, chegou a enviar mensagem a amigos de ambas em que conta: “Queridos amigos , nossa Isabel se foi. Fiz um call com ela na segunda feira quando emplacamos o projeto que tenho com ela na HBO . Ela estava super feliz , me ligou depois eufórica . Ela estava super gripada . Falei para ela ir a um hospital , ela me disse que já tinha ido e testado negativo para COVID. Na segunda a noite foi dormir passou mal. Deixou para ir para o hospital Sírio na terça de manhã . Quando acordou na terça já estava bem pior. Internou no Sírio já no CTI . Detectaram um bactéria que já tinha tomado todo o pulmão . Foi entubada e teve uma parada cardíaca as 4 da manhã hj e não resistiu”.

You cannot copy content of this page