Trazido para Vilhena após operação da PF contra o tráfico, cabo da PM de Mato Grosso morre metralhado

Militar foi atingido por mais de 10 tiros de pistola 9 milímetros.

  O cabo da Polícia Militar de Mato Grosso,  Elso Fanis, 38 anos, foi executado, em frente sua residência, no Jardim São Luiz, em Cáceres (a 500 km da divisa com Rondônia), na noite de ontem (quarta-feira, 30. O militar, que havia deixado recentemente à prisão por envolvimento com tráfico de droga, estava em liberdade condicional.

  Segundo a Polícia Militar, dois homens chegaram ao local, em um veículo Fiat Uno, e efetuaram pelo menos 10 disparos de pistola 9mm contra a vitima. Policiais da Força Tática acompanharam a cena do crime e a preservação do local.

  Os assassinos, após executarem o militar, fugiram em direção ao bairro Jardim Paraiso, onde atearam fogo no veículo usado no crime. A Força Tática localizou o carro em chamas. A equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para conter o fogo.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

  Elso Fanis foi preso em setembro de 2021, durante Operação Carga Prensada, deflagrada pela Polícia Federal de Rondônia, em Cáceres, por envolvimento com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, entre outros crimes. Ele chegou a ser trazido para Vilhena, de onde a operação da PF foi comandada. À época, a Corregedoria Geral da Polícia Militar de Mato Grosso confirmou à prisão do militar.

  A Polícia Civil irá investigar a motivação do crime.

Fonte: folhadosulonline