Foragido acusado de matar criança de 12 anos em Espigão do Oeste é preso pela Polícia Militar em Vilhena

A operação do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar de Vilhena que culminou na prisão de dois foragidos e resultou na apreensão de drogas e de uma arma que seria usada para praticar um homicídio foi registrada na tarde de segunda-feira, 27 de Março, em uma residência localizada na rua Manaus, no bairro 5°BEC, em Vilhena/RO.

Conforme apurado, policiais do Núcleo de Inteligência receberam informações de que o foragido da justiça Roberto Carlos Rodrigues de Oliveira, vulgo “Bode” estaria se escondendo em Vilhena/RO, sendo que ele tem uma condenação para cumprir mais de 60 anos de cadeia e além disso, estava sendo procurado pela Polícia Civil de Espigão D’Oeste por ter envolvimento no assassinado de uma criança de 12 anos, identificada como Benício Gallo Ribeiro ocorrida em 31 de Janeiro de 2.023.

Diante das informações coletadas pela investigação, foi desoberto o endereço onde o infrator encontrava-se escondido, em uma residência da rua Manaus, no bairro 5ºBEC, onde estava residindo com a infratora conhecida pela alcunha de “Preta”, por estarem amásiados, sendo que ela também encontrava-se foragida por ter rompido a tornozeleira eletrônica. Ela que é ex-mulher de um homicida conhecido como “Espicha”, que matou uma idosa no dia 25 de Julho do ano passado em Vilhena.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

Com isso, uma operação foi realizada em prol de realizar a prisão dos criminosos, obtendo-se êxito na ação, sendo o casal preso e localizado na residência drogas, entre cocaína e crack, que Preta informou serem para realização do tráfico de drogas que ela e o amásio estariam fazendo na cidade.

Além das drogas, os militares encontraram uma arma de fogo do tipo revólver .380 com 19 munições intactadas, da qual o casal de infratores afirmou que seria utilizada para praticarem um homícidio contra um mulher em forme de vingança pela morte do filho de “Preta” ocorrida em Vilhena.

Vale ressaltar que Roberto Carlos de Oliveira é membro de facção criminosa e considerado um infrator de alta periculosidade.

Assassinato da criança:

Segundo apurado pela reportagem, Roberto e seu comparsa Marcos Vinícius de Souza Valkinir, vulgo “Marcola”, haviam executado o garoto Benício, de 12 anos, em Espigão D’Oeste e alvejado o jovem Lucas Pereira do Nascimento, de 22 anos.

No dia do crime, os acusados chegaram a bordo de uma motocicleta Honda CG de cor vermelha e perguntaram as vítimas, que estavam sentadas na frente da residência com amigos que jogavam bola, quem estaria com um infrator por alcunha “Popó”, e na sequencia, efetuaram disparos contra os garotos da rua, os quais não tinham quaisquer envolvimentos com o crime e segundo a Polícia Civil, eram inoscentes.

O real alvo dos atiradores seria o infrator Popó, que tem envolvimento em furtos, roubos e tráficos de drogas e seria ligado a facções criminosas, no entanto, como as vítimas não souberam responder nem quem seria tal infrator, acabaram friamente alvejadas. O crime chocou Espigão do Oeste e câmeras flagraram a ação criminosa.

Desde então, a Polícia Civil tentava localizar e prender os infratores Roberto e Marcos, chegando a divulgar a foto dos criminosos em portais de notícias de Rondônia. Graças a ação da Polícia Militar de Vilhena nesta última segunda-feira, 27, Roberto foi localizado e preso, juntamente com a foragida Preta e ambos foram apresentados na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para providências cabíveis.

Desta forma, além de tira-los de circulação, evitaram outro homicídio e apreenderam arma, munições e drogas, dando fim também, a boca de fumo da Preta.

Fonte: rotapolicialnews