Gasolina cai pela 3ª semana seguida, diz ANP

A gasolina caiu pela 3ª semana seguida, segundo dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) publicados nesta 6ª feira (31.mar.2023). O combustível foi vendido a R$ 5,48 por litro na semana de 26 de março a 1º de abril.

A queda foi de 0,5% ante a semana anterior, quando o combustível foi vendido a R$ 5,51 por litro, na média nacional.

Na última semana, o preço da gasolina variou de R$ 5,14 no Mato Grosso do Sul a R$ 6,27 no Amazonas.

O governo federal retomou a cobrança de PIS/Cofins sobre o combustível em 1º de março, na semana em que a gasolina foi vendida a R$ 5,25 por litro. Os tributos federais estavam zerados desde junho de 2022 para conter a alta no preço.

No mesmo dia em que o governo anunciou a reoneração, a Petrobras reduziu o valor da gasolina vendida em suas refinarias em R$ 0,13 por litro.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

Até o momento, o maior preço médio da gasolina em 2023 foi registrado na semana de 5 a 11 de março, quando o combustível foi vendido a R$ 5,57 por litro na média nacional.

Já o diesel S10 –mais vendido no Brasil e com menor teor de enxofre— foi vendido a R$ 5,80 na média nacional. A redução foi de 2,3% ante a semana anterior.

O combustível variou de R$ 5,53 a R$ 7,00 por litro na média estadual, com mínima registrada em Pernambuco e máxima em Roraima. O combustível segue com os impostos federais zerados até dezembro.

O etanol hidratado também apresentou leve redução de preço, de 0,76%, para R$ 3,89 por litro na média nacional. Já preço do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo, mais conhecido como “gás de cozinha”) se manteve em R$ 107,52 por botijão de 13 kg.