Bebê de 38 dias morre engasgada com leite materno na zona rural de Vale do Paraíso

Neste final de semana uma bebê de 38 dias de vida morreu durante a madrugada em uma residência localizada na zona rural do município de Vale do Paraíso (RO) após engasga-se com leite materno durante a amamentação, a criança faleceu entre a mãe e o pai e a fatalidade causou muita comoção na população do município. O caso foi registrado nesta segunda-feira (03/04), o pai da criança é vaqueiro.

De acordo com da SBPA – Sociedade Brasileira de Pediatria 15 crianças morrem engasgada por dia no Brasil, o engasgo com leite materno é uma das principais causas de morte em recém-nascidos nos primeiros meses de vida por asfixia, causada pelo regurgitamento do leite materno.

A mãe provavelmente adormeceu amamentando a bebê, e quando o pai percebeu a criança já estava com o corpo frio, inerte. O casal reside na área rural e, diante de uma tragédia silenciosa como a registrada no sítio em Vale do Paraíso pouco há que se fazer, e lamentavelmente o bebê faleceu.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

 De acordo com pessoas que compareceram ao velório, o sofrimento do casal era tanto que não houve quem não se comovesse com a cena deles diante do caixão da criança. O bebê era a quarta filha do casal, ela fazia par com o irmão mais novo formando dois pares com o de filhos mais velhos.

O falecimento do bebê por engasgamento foi registrado na polícia como morte a esclarecer, e o laudo via IML (Instituto Médico Legal) vai determinar a causa do óbito.

Fonte: Correio central