Um ano após caso de mendigo, Sandra vende paçoca nas ruas de Brasília

Sandra Mara Fernandes foi flagrada tendo relações sexuais com o mendigo Givaldo Alves enquanto tinha uma crise psicótica em 2022.

Um ano após viralizar nas redes sociais devido ao polêmico caso com o morador de rua de Brasília Givaldo Alves, Sandra Mara Fernandes vende paçoca pelas ruas da capital do país para garantir o próprio sustento. A mulher compartilha a rotina por meio de suas redes sociais e intriga os seus seguidores. 

Sandra Mara tem compartilhado sua rotina, que consiste em acordar cedo, ir à rodoviária e vender os doces em pontos mais frequentados de Brasília. A mulher segue casada com o personal trainer Eduardo Alves, que agrediu o homem em situação de rua após flagrar a cena no ano passado.

Em um Story publicado nessa segunda-feira (3/4), Sandra Mara comemorou o fato de um de seus seguidores tê-la identificado na rua e comprado grande parte dos doces: “Como Deus é maravilhoso, gente. Teve um seguidor que viu meus Stories e comprou várias paçocas para me ajudar! Muito obrigada, J.V., pela ajuda, que Deus te retribua em dobro! Ainda existe muita gente boa no mundo!”.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

Relembre o caso 

Em março de 2022, um caso abalou a web após uma mulher ter sido flagrada tendo relações sexuais com um morador de rua em Brasília. Sandra Mara Fernandes pregava palavras religiosas e acabou se envolvendo com Givaldo Alves. A mulher teria tido uma crise psicótica e precisou ser internada em um hospital psiquiátrico após o caso. 

Eduardo Alves, personal trainer e casado com Sandra Mara, ao ver a cena, agrediu fortemente o morador de rua. Eduardo Alves perdoou a esposa e manteve o casamento. 

Givaldo Alves, por outro lado, aproveitou a breve fama que o caso lhe deu e chegou a criar uma conta nas redes sociais. No entanto, pouco tempo depois, voltou a viver nas ruas.