Personal trainer é preso após dar soco em ex-namorada em academia de Goiânia

A Polícia Civil de Goiás prendeu o personal trainer Douglas Ferreira pelos crimes de dano, lesão corporal, injúria e ameaça contra a ex-namorada, Raíssa Brandão, na segunda-feira (10).

Vídeo mostra o momento em que Douglas desfere soco no peito da vítima, também personal trainer, que se agacha e tem a cabeça sacudida e os olhos apertados pelo agressor em um corredor da academia onde ambos trabalham.

O motivo da agressão, segundo a polícia, seria uma crise de ciúmes desencadeada por mensagens supostamente trocadas entre Raíssa e o ex-namorado. Embora a prisão tenha acontecido na segunda-feira, as agressões foram filmadas no dia 31 de março.

Segundo a polícia, o autor do crime mantinha relacionamento amoroso com a vítima há cerca de três meses, ao longo dos quais demonstrou ser possessivo e controlador.

“O investigado a ameaçou, dizendo que ela não tinha o direito de terminar com ele e, caso assim o fizesse, ele passaria com o carro sobre a ofendida”, relatou a polícia. Douglas Ferreira danificou, ainda, o veículo de Raíssa com o uso de um capacete.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

Carro de Raíssa Brandão danificado pelo ex-namorado, Douglas Ferreira. Polícia Civil

Raíssa Brandão se manifestou em suas redes sociais sobre o caso nesta terça-feira. Em stories no Instagram, ela rebateu as acusações de que ela estaria traindo Douglas: “Todos os pontos que ele coloca como sendo traição foram coisas que aconteceram antes de conhecer ele. E nem aconteceram, ele pegou alguma conversa, alguma coisa que nem era envolvimento.”

Ela também afirmou que esta não foi a primeira vez que ele a agrediu e mostrou o print de uma conversa antiga entre os dois na qual Douglas admite ter agredido a então namorada. “Ele falou que foi um momento impensado, comigo foram dois. Mas, quem tiver curiosidade, é só me chamar que eu passo o nome completo e CPF para vocês pesquisarem, só de ocorrência são 14, na polícia”, falou.

Raíssa Brandão mostrou o print de uma conversa antiga entre os dois na qual Douglas admite ter agredido a então namorada./ Reprodução/ Instagram

Raíssa acrescentou que, junto a outra ex-namorada que também foi agredida por ele, estão juntando os processos contra Douglas.

“Ela está comigo, nós estamos juntando os nossos processos. Ela me ajudou bastante no meu, porque ela foi me mostrando os caminhos e me deu muito apoio e muito suporte para passar por tudo isso”, disse.

Douglas tem passagens por crimes praticados no âmbito de violência doméstica e familiar, “tendo o Poder Judiciário prontamente deferido a medida cautelar”, disse a polícia. Sua prisão foi feita por intermédio da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Goiânia (Deaem).

Procurada, a defesa de Douglas Ferreira se manifestou dizendo que: “O Sr. Douglas apresentará sua defesa no momento oportuno nos autos e neste momento opta por não dar declarações.”

Personal já responde processo por agressão contra outra ex-companheira

Obtivemos acesso a um processo de 2021 no qual Douglas responde por violência doméstica contra outra ex-namorada, Samilla Carvalho. O documento diz que o personal foi preso em flagrante “após lesionar, ameaçar e injuriar a vítima”.

Samilla Carvalho teria se aproximado de um policial militar na rua, alegando ter sido agredida fisicamente e ameaçada por Douglas. Na época, ele seguiu em liberdade após pagar fiança no valor de R$ 3.000.