Morre de falência múltipla dos órgãos o empresário Nilton Locatelli

Nilton era o que poderia ser classificado como o esteio da família: tinha dos irmãos o amor, admiração e respeito. Foi ele quem, aos poucos, trouxe a família do Paraná para Rondônia.

Morre aos 66 anos de idade vítima de falência múltipla dos órgãos o empresário rondoniense Nilton Locatelli. Ele estava internado há 31 dias com sintomas de uma infeção que, num primeiro momento, não foi possível diagnosticar a causa. Com caraterísticas de uma superbactéria, a situação se agravou de tal forma, que uma transferência da UTI do Hospital dos Acidentados de Cacoal foi descartada num primeiro momento. Havia o risco de ele não resistir à viagem. No último dia quatro de abril Nilton Locatelli foi levado em uma UTI aérea para o hospital São Lucas, em Cascavel/PR. Debilitado e com pulmão e rins comprometidos ao extremo, às 8h25 de hoje (13/04), hora de Rondônia, Nilton não resiste e descansa de uma luta pela vida que durou um mês. O corpo do empresário será levado para a cidade de Vilhena onde será enterrado. Não existe ainda a definição de data hora. Nilton deixa a mulher Cirlene, os filhos Fernando e Daniela, dois netos, a mãe Lurdes Maria, oito irmãos de dezenas de sobrinhos.

Nilton Locateli chegou à Vila de Rondônia em 1976 na condição de funcionário da ‘União Cascavel’, empresa a qual começou a trabalhar em 1972, em Cascavel, no Paraná.

Em 1979 Nilton foi trabalhar na prefeitura à convite do prefeito da época Assis Canuto. Nilton Trabalhou no Incra, foi secretário de Obras na administração do ex-prefeito de Ouro Preto do Oeste Carlo Magno, diretor do Detran em Vilhena, cidade a qual passou a morar.

Nilton era o que poderia ser classificado como o esteio da família: tinha dos irmãos o amor, admiração e respeito. Foi ele quem, aos poucos, trouxe a família do Paraná para Rondônia já no início da década de 1980. Foi na cidade de Ouro Preto do Oeste que os Locatelli fizeram primeira moradia, mas, foi Ji-Paraná na qual ganharam notoriedade empresarial.

Foi ele, Nilton, quem montou a empresa Locatelli que se especializou em administrar Rodoviárias em Rondônia. Ao lado dos irmãos, desde de 1989, transformaram a rodoviária de Ji-Paraná  num caso sui generis: talvez, a única no Brasil na qual as pessoas saem de casa dia de semana ou domingo para ir ao restaurante da rodoviária almoçar. Sob a liderança de Nilton Locatelli, o sobrenome da família se transformou em uma marca de qualidade.

De comportamento calmo e sempre com uma resposta inteligente para apontar caminhos entre os problemas do cotidiano, Nilton conquistou desde jovem o respeito e a admiração do empresário Assis Gurgascz, de quem sempre dizia (Nilton) que aprendeu muito com ‘seo’ Assis. Aliás, foi Graças ao ‘seo’ Assis, que Nilton Locatelli descobriu Rondônia o lugar que passou a amar.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

No último dia quatro de abril ele foi levado em uma UTI aérea de Cacoal/RO para o hospital de Cascavel. Fazia 22 dias que ele estava internado em uma UTI do Hospital dos Acidentados de Cacoal com uma infecção provocada por uma superbactéria. Ele só não foi levado antes para um centro mais avançado porque poderia não resistir à viagem.

Nilton era o que poderia ser classificado como o esteio da família: tinha dos irmãos admiração e respeito. Foi ele quem, aos poucos, trouxe a família para Rondônia já no início da década de 1980. E foi na cidade de Ouro Preto do Oeste  que os Locatelli fizeram a moradia.

Foi ele quem montou a empresa Locatelli que se especializou em administrar Rodoviárias. Ao lado dos irmãos, desde de 1989, transformaram a rodoviária de Ji-Paraná  num caso sui generis: talvez, a única no Brasil na qual as pessoas saem de casa para irão restaurante da rodoviária para almoçar. Sob a liderança de Nilton Locatelli, o sobrenome da família se transformou em uma marca de qualidade.

De comportamento calmo e sempre com uma resposta inteligente para apontar caminhos entre os problemas do cotidiano, Nilton conquistou o o respeito e a admiração do empresário Assis Gurgascz, de quem sempre dizia (Nilton) que aprendeu muito com ‘seo’ Assis.

Nilton era  natural do Rio Grande do Sul. Era o filho mais velho do ‘seo’ Alves Locatelli (in memoriam) e de dona Lurdes Maria pais  de uma prole de 11 filhos dos quais seis homens e três mulheres. A família numerosa sempre manteve a essência da origem italiana: unidos e todos sempre reunidos em datas especiais para celebrar a vida.

Considerações do Editor…

…Tenho o privilégio de poder dizer que Nilton Locatelli era um amigo especial. Alguém com quem tivemos muitas passagens de amizade sincera e boas conversas. Rogo a Deus para que a família Locatelli encontre forças para juntar os cacos da tristeza e da aceitação e as transforme, com o tempo, nos espasmos da saudade a construção das boas lembranças.

Roberto Gutierrez – Folha de Rondônia News