Em Ji-Paraná, mãe reencontra PMs que ajudaram desengasgar bebê

Duas semanas após Ketelyn Vitória Marques Xavier, com sete meses de vida, se engasgar logo após a amamentação, a mãe da criança, Fabilla Silva Marques, reencontrou os policiais militares que ajudaram a salvar a vida da bebê. O momento aconteceu na manhã desta quarta-feira, 10, na sede do 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM) em Ji-Paraná.

Segundo a mãe, na noite do dia 26 de abril a família estava no trânsito e logo após amamentar, percebeu que Ketelyn havia se engasgado e num momento de desespero a única saída foi ligar no 190, já que residia a pouco tempo na cidade e não sabia onde buscar ajuda.

Na Central de Operações estavam o Sargento PM Alex Moreira dos Santos e a Cabo PM Joselene Soares Barbosa que atenderam a ligação e passaram a orientar a mãe de como proceder as manobras para desobstrução das vias respiratórias, e por cerca de 5 minutos, mãe e a avó da criança realizaram os procedimentos. Em meio ao desespero eram sempre orientadas a não pararem com as manobras.

A família não conseguia identificar o local exato onde estavam, sendo então orientados pelos militares a perguntar para alguma pessoa que estivesse próximo. Desta forma foi possível saber a localização e despachar a viatura que estava mais próxima, composta pelo Sargento PM Renato Romão de Araújo e o Cabo PM Emerson Pereira Lima que rapidamente chegaram ao local e encontraram a criança voltando a respirar com dificuldades. Assim, a guarnição deu continuidade ao atendimento e encaminhou a pequena Ketelyn para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para os devidos cuidados médicos.

 

Para a senhora Fabilla Marques, o sentimento é de muita gratidão aos militares que lhe ajudaram em um momento tão difícil, e conhece-los pessoalmente foi maravilhoso. “Só tenho a agradecer a todos os policiais envolvidos para ajudar a salvar a vida da minha filha”, relatou a mãe.

O comandante do 2º BPM, Tenente-Coronel PM Eber Milton Barros de Oliveira enfatizou que o policial militar é treinado e preparado para qualquer situação, para que em ocasiões como esta, possa auxiliar da melhor maneira possível e dar um direcionamento adequado. “Nós temos a Ketelyn hoje bem de saúde com sua família, e a Polícia Militar do Estado de Rondônia tem trabalhado sempre no sentido de servir e proteger a nossa comunidade, e o 2º BPM integra a Polícia Militar e coopera com a região central do estado”, disse comandante.