Previsão do tempo: frente fria avança sobre todo o país

De acordo com os meteorologistas, nos próximos dez dias o cenário de chuvas no Brasil será bastante diferente do que geralmente se espera para o período. No auge da estação seca, a tendência é de que haja ocorrência de precipitação em quase todo o território nacional. De acordo com a previsão do tempo, o Planalto Central deve registrar grandes volumes de precipitação.

Durante os próximos dez dias, a chuva deve ser registrada em momentos diferentes, conforme a região do país. O fenômeno que vai provocar as precipitações será uma extensa e potente frente fria que, a partir desta última semana de agosto, deve se descolar sobre o território brasileiro.

Norte

A região Norte do Brasil acabou de sair do período mais chuvoso do ano, chamado de inverno amazônico. Tal período concentra as maiores taxas de precipitação, e se estende de dezembro a meados de maio. No inverno amazônico, chove cerca de 65% de todo o volume registrado no ano.

Nordeste

O fenômeno El Niño que começa a afetar a região norte traz efeitos também para o Nordeste brasileiro, diminuindo os volumes de chuva na maior parte da região. Entre os dias 26 e 31, segundo o MetSul Meteorologia, um canal de umidade deve estimular mais chuva sobre a região Norte. Os Estados do Norte com maiores acumulados de chuva devem ser Amazonas, Rondônia, sul do Pará e Tocantins.

Inicialmente no Nordeste, deve chover pouco — pancadas isoladas serão registradas perto da costa. A frente fria, porém, alcançará o litoral nordestino, transportando umidade à região. De acordo com a previsão do tempo, a precipitação será maior no sul dos Estados do Maranhão e Piauí, bem como na Bahia.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

previsão do tempo - inmet - alertas para chuvas intensas - ventos costeiros - chuva - vento
Áreas do Brasil irão registrar chuvas | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Centro-Oeste

Já na região Centro-Oeste, muitas áreas devem registrar chuva nos últimos dias de agosto. A frente fria que sobe do Sul vai organizar um canal de umidade que levará precipitação para a maior parte da região entre os dias 25 e 30 de agosto. Na capital federal, pode chover todos os dias entre 27 de agosto e 1º de setembro — cenário incomum para essa época do ano.

Sudeste

Na região Sudeste, de acordo com a previsão do tempo, o período será marcado pelo ar seco; porém, é esperada chuva volumosa em diversas localidades em função da frente fria. Na região, a instabilidade será maior entre os dias 25 e 29 de agosto. Contrariando o que geralmente se espera no período, a chuva pode ter volumes altos — em diversas cidades, inclusive, será registrada precipitação acima da média para todo o mês.

Sul

No mês de agosto, a chuva é comum na região Sul do Brasil. Em função da frente fria, começará a chover entre os dias 23 e 25. Porém, na sequência o tempo firme deve predominar e chove nas áreas costeiras da região por conta do fluxo de umidade gerado por uma massa de ar frio proveniente do oceano. No Sul, no entanto, os volumes de chuva nos próximos dez dias não devem ser altos.