Polícia Militar de Rondônia captura foragido com 441 anos de condenação

Em ação conjunta das polícias Militar e Civil, foi recapturado na cidade de Guajará-Mirim, por volta das 9horas de hoje, 1 de novembro de 2023, o foragido da Justiça, G. C. S. F., 45 anos. Ele foi preso e apresentado na delegacia de Polícia Civil em Guajará-Mirim, Rondônia.

A Ordem de Prisão foi expedida em 25 de julho de 2020, pela vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia. As penas somadas ultrapassam 440 anos de prisão. Segundo o Boletim de Ocorrências, o Núcleo de Inteligência da Polícia Civil, foi informado que o foragido da justiça, de alta periculosidade, estava homiziado na zona rural do município.

Diante dos dados apresentados, o Setor de Investigação e Capturas – SEVIC da 1ª DP e SEVIC/DEAM foi acionado e em ato contínuo solicitou apoio dos policiais militares do 6º Batalhão da Polícia Militar – 6º BPM, mais especificamente do Núcleo de Inteligência.

Segundo relatado o foragido estava em uma propriedade na área ribeirinha localizada entre o rio Mamoré e rio Pacaás-Novos, com acesso através de trilhas. As equipes integradas (Policia Militar e Polícia Civil), contaram com apoio de uma embarcação para cruzar o rio Pacaás, posteriormente seguiram por uma trilha com aproximadamente 2,5 km de caminhada até chegar ao local onde se encontrava o foragido.


O G. C. S. F. relatou as guarnições policiais que a pena de 441 anos de prisão é referente a 27 homicídios que cometeu durante rebelião ocorrida no Urso Branco no ano de 2002, local onde já cumpria pena por um latrocínio.

Ele informou que estava há mais de cinco meses na cidade de Guajara-Mirim e que nos próximos dias iria cruzar a fronteira para a Bolívia.

Fonte: PMRO