Homem tenta estuprar mulher, agride filha de 6 anos e recebe “salve” de facção como castigo

Um homem de 27 anos, foi preso em Várzea Grande, na noite de quinta-feira (2), após agredir sua esposa, de 23 anos, tentar estuprá-la na frente dos filhos e bater a cabeça da filha de 6 anos contra a parede até que a mesma desmaiasse. Antes de ser detido, o suspeito foi castigado por faccionados de uma organização criminosa no sistema de “salve”.  

A Polícia Militar foi acionada por volta das 21 horas pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Cristo Rei, onde uma mulher e sua filha haviam dado entrada, ambas com lesões e sangramentos e a criança desmaiada, em um estado de saúde grave.  

No local, os militares conversaram com a vítima que relatou que seu esposo chegou em casa embriagado e tentou ter relações sexuais com ela na frente dos filhos, ao que a mulher negou, momento em que o suspeito tentou força-la e a agrediu. 

Segundo o Boletim de Ocorrência, em um determinado momento, a vítima disse que conseguiu se desvencilhar dele e foi até a casa de vizinhos para pedir ajuda, mas ninguém respondeu. A mulher ouviu então um barulho como se fossem batidas de cabeça contra a parede e na sequencia viu sua filha de 6 anos desmaiada.  

Após pegarem o endereço da residência, no bairro Parque do Lago, os policiais foram até o local, onde a casa encontrava-se aberta, mas o suspeito não estava lá. Foram realizadas rondas pela região e quando os militares retornaram para a rua da casa do suspeito, o mesmo foi localizado e tentou fugir, mas foi detido.  

Na delegacia, foi constatado que o suspeito estava com ferimentos pelo corpo que, segundo ele, aconteceram após o mesmo ter recebido um castigo físico conhecido como “salve” de uma facção criminosa.