Psicóloga morre após cair de moto por app e ser atropelada na BR

A psicóloga Laura ALvarenga, de 32 anos, morreu após cair de uma moto por aplicativo e ser atropelada por um caminhão na BR-153, em Goiânia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do caminhão responsável pelo atropelamento fugiu do local sem prestar socorro. O motociclista não se feriu.

O acidente aconteceu na noite da última quarta-feira (6). Segundo Newton Moraes, inspetor da PRF, o piloto da moto, um jovem de 24 anos, precisou frear bruscamente após o carro parar no meio da rodovia. No momento da freada, piloto e passageira caíram na pista.

Ao jornal, Newton ainda informou que um caminhão que estava trafegando pela rodovia, atropelou Laura momentos após a sua queda. O motorista do caminhão, responsável pelo atropelamento, fugiu do local sem prestar socorro. A psicóloga morreu na hora.

psicologa-laura

Nas redes sociais, os amigos da psicóloga lamentaram a morte. “Sua missão foi cumprida. Vai deixar memórias incríveis aqui pra gente. Sem palavras”, postou uma amiga.

G1