El Niño vai atingir pico de calor e trazer temperaturas recordes em dezembro e janeiro

As temperaturas vão subir ainda mais com a chegada do Verão, que intensificará o fenômeno El Ninõ, quando o calor poderá atingir um novo pico, ainda maior que os registrados nos últimos meses. O verão começa oficialmente no dia 21 de dezembro e segue até março.

Geralmente, no Verão temos calor acompanhado de períodos de chuva, o que deve dimunuir no próximo ano. O que resultará em períodos de tempo seco calor intenso, com pancadas de chuva que cessarão por pouco tempo, e períodos de calor intenso longos.

Após a última onda de calor registrada em Cuiabá, neste fim de semana, quando os termômetros superaram os 40 graus, as previsões são de que Mato Grosso esteja entre os estados com as temperaturas mais altas do país em dezembro e janeiro.

De acordo com o levantamento do Instituto Nacionalde Meteorologia (Inmet), as temperaturas no Brasil ficaram entre 1,1 a 1,6 graus acima da média histórica nos meses de julho a novembro, o que continuará a ser registrado também nos próximos meses.

Conforme a agência MetSul Meteorologia, o verão de 2024 terá “temperatura muito acima da média na maior parte do Brasil”. Para o Centro-Oeste, são esperadas poucas chuvas e temperaturas acima do habitual.

Como a atmosfera e o oceano tendem a continuar com a temperatura elevada, o El Niño continuará atuando durante o início de 2024. A expectativa é que comece a perder força ainda durante o Verão e termine em abril de 2024.