Homem ameaça matar família da filha e é morto a tiros pelo genro em fazenda

João Francisco Alves Pereira, de 56 anos, foi morto a tiros por seu genro, de 39 anos, em uma fazenda há aproximadamente 25 km do município de Alto Garças. Segundo informações policiais, a vítima armada de sua propriedade ameaçando matar a família inteira de sua filha.  

A Polícia Militar foi acionada às 18 horas na fazenda São Roque. No local, os militares encontraram a vítima caída ao chão, com perfurações de tiros na perna direita e no rosto.  

Em relato, o genro da vítima, que estava com ferimentos de tiros na mão e na boca, disse que sua sogra, que mora na fazenda Juriti, há cerca de 4 km do local do crime, havia chegado em sua propriedade para avisar que seu marido havia saído de casa, com uma espingarda, dizendo que mataria toda a sua família. Diante da informação, o homem disse que pediu para sua esposa fugir até uma casa ao lado, enquanto ele levava sua sogra de volta a fazenda dela.  

Conforme relatado aos militares, o homem disse que assim que retornou a sua fazenda, viu João próximo a sua residência, momento em que ele foi para os fundos da casa e pegou sua espingarda, calibre 20. Segundo o depoimento, no momento em que João avistou o genro, apontou sua arma contra ele e atirou, acertando a boca do rapaz, que revidou os tiros, acertando o rosto de João, que caiu no chão e não levantou mais.  

A área do crime foi isolada para os trabalhos da Polícia Civil e o trabalho pericial. Enquanto isso, a PM foi até a fazenda de João, onde conversou com a esposa da vítima e perguntou se havia outras armas na casa, ao que ela respondeu que sim e pegou uma espingarda calibre 16 e diversas munições.  

O genro da vítima foi encaminhado ao Hospital Municipal de Alto Garças devidos aos ferimentos e após ser liberado foi levado à delegacia de polícia para as devidas providências.