Homem não é aceito em emprego e mata gerente de loja em shopping

Segundo informações da Polícia Militar, o atirador disparou três tiros contra Mayara Valéria de Barros Ramalho Leite, de 36 anos, em um ato de vingança.
 
Na tarde desta sexta-feira (12), o cotidiano pacífico do Shopping Mangabeira, em João Pessoa, foi abruptamente interrompido por um ataque a tiros que resultou na morte de Mayara Valéria de Barros Ramalho Leite, de 36 anos. Mayara, que atuava como gerente de um restaurante na praça de alimentação há cerca de dois meses, foi atingida pelas costas por um elemento de 47 anos, que invadiu o shopping armado.

 

 
Segundo informações da Polícia Militar da Paraíba, o atirador disparou três tiros contra Mayara em um ato de vingança. As autoridades revelaram que o suspeito não aceitou a falta de respostas após entregar um currículo no estabelecimento. Mayara, originária do município de Serra, no Espírito Santo, residia em João Pessoa há nove anos. A vítima deixa um filho de 10 anos, fruto de um relacionamento anterior, e uma menina de quatro anos, fruto do relacionamento atual.
 
Mayara, envolvida no ramo de alimentação desde sempre, aceitou a oferta de gerenciar um restaurante no Mangabeira Shopping há dois meses. Além de suas responsabilidades como gerente, a vítima se dedicava à aplicação de mega hair para complementar a renda. A família, consternada com a tragédia, planeja realizar o translado do corpo para o Espírito Santo, onde pretende realizar o sepultamento em Serra, sua cidade natal.
 
O autor do atentado foi detido em flagrante delito e encaminhado à Central de Polícia, no bairro do Geisel, aguardando audiência de custódia nas próximas horas. A comunidade local está perplexa diante desse ato de violência sem sentido.