Psicólogo é preso por estuprar e ameaçar as próprias irmãs

Um psicólogo, 32 anos, foi preso por estuprar as duas irmãs, atualmente com 15 e 20 anos, na manhã desta sexta-feira (19). A ação faz parte da Operação Monstrum Domi (monstro em casa), deflagrada Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá). 

O criminoso foi preso em Londrina, no Paraná. Conforme a denúncia, ele ameaçava e abusava as duas irmãs desde que elas eram menores de idade. 

As investigações iniciaram no dia 28 de dezembro, quando as vítimas procuraram a Delegacia da Mulher de Cáceres. Segundo as informações, a irmã mais velha era obrigada a manter relações sexuais e chegou a ser ameaçada de morte pelo irmão, quando começou a namorar.

Já a vítima de 15 anos era constantemente assediada pelo irmão, que aproveitava os momentos em que ela ficava sozinha, para praticar os abusos. Diante da gravidade dos fatos, a delegada titular da DEDM, Paula Gomes Araújo, representou pela prisão preventiva e busca e apreensão contra o investigado, que foram deferidos pela Justiça.

Ao saber que estava sendo investigado pela Polícia Civil, o psicólogo fugiu da cidade e foi para casa da mãe na cidade de Londrina. Com informações do paradeiro do investigado, a equipe da DEDM entrou em contato com a Polícia Civil de Paraná, que deu cumprimento à ordem de prisão contra o suspeito.

Em Cáceres, os policiais da DEDM deram cumprimento ao mandado de busca e apreensão na residência do investigado, onde foram apreendidos um notebook, uma balança de precisão.