Em Ji-Paraná, vítimas são encaminhadas a UNISP após caírem no golpe de compra e venda.

A polícia militar foi acionada para atender uma ocorrência sobre de desacordo comercial, o velho golpe do OLX, ao chegarem no local os policiais conversaram com as partes envolvidas para tentar resolver a situação.

Uma das vítimas informou aos PMs que publicou o anúncio de uma TV no valor de 2.800 reais e que o golpista fez contato com ele que tinha interesse e adquirir TV, mas que ele tirasse o anúncio da página, pois que ele tinha queimado a TV de um amigo e ia mandar o amigo lá para olhar o produto caso esse amigo gostasse do televisor ele teria que comprá-lo, mas pediu que ele não falasse o preço quando mostrasse o aparelho.

O golpista então após a primeira vítima tirar o anúncio repostou a publicação da TV, mas com valor de 600 reais, porem o aparelho está avaliado em cerca de 4.000 reais. No anúncio o golpista colocou que estava precisando levantar um dinheiro rápido, por isso estava vendendo o aparelho mais barato. 

 

 

No dia seguinte a segunda vítima fez contato com o golpista querendo comprar a TV pelo valor de 600 reais, o criminoso pediu que quando ele fosse ver a TV não falasse o valor que ele estaria pagando porque geraria uma revolta na família, que ele estaria se divorciando da mulher e estava vendendo o aparelho muito barato para mudar de cidade, ao proprietário da TV o golpista pediu o mesmo, que não falasse o valor do aparelho. Quando as vítimas se encontraram, fecharam o negócio, porem o comprador fez o pagamento do valor de 600 reais para o golpista, e exigiu o televisor dizendo já ter efetuado o pagamento. O dono da TV pediu para ver o comprovante e disse que o valor e a conta estavam errados, após discutirem chamaram a PM que chegou ao local e conduziu os envolvidos e a TV para UNISP onde foi registrada a ocorrência.