Atualizada! Desentendimento por porte ilegal de arma termina com dois homens mortos após troca de tiros entre si

Dois homens, identificados como Marciano Lima da Silva, de 35 anos, e Valdelirio de Quadros, de 45, morreram após uma troca de tiros entre si, numa residência localizada na rua Rio Branco, Distrito de Rio Pardo, a cerca de 160 km de Porto Velho. O incidente ocorreu após desentendimentos anteriores entre Marciano e Valdelirio, relacionados a denúncias de porte ilegal de arma de fogo.

Segundo registro do boletim de ocorrência, a esposa de Valdelirio, que está grávida de 8 meses, afirma que por volta das 20h da terça-feira (5), seu marido foi atender uma pessoa que chamava no portão da residência. Minutos depois ela ouviu disparos de arma na frente da casa.

“Eu saí correndo para ver o que estava acontecendo. Vi meu marido cambaleando e caindo no fundo do quintal após levar um tiro. Fiquei desesperada e imediatamente liguei para a polícia”, relatou.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram Marciano caído no chão próximo ao portão da residência, já sem vida, com um tiro nas costas. Ao lado de seu corpo, foi encontrada uma arma de fogo, uma garrucha calibre 36.

No fundo da residência, os militares localizaram o corpo de Valdelirio, também sem sinais vitais, e ao lado dele, um revólver calibre 38.

Informações colhidas no distrito de Rio Pardo pela polícia indicam que os envolvidos já haviam tido desavenças, uma vez que Valdelirio foi preso anteriormente por porte ilegal de arma de fogo e acreditava que Marciano teria sido o responsável por denunciá-lo às autoridades policiais.

Os corpos foram submetidos a perícia e posteriormente entregues à funerária. As armas encontradas no local do crime foram recolhidas e apreendidas para passar por perícia.

G1