Mãe com duas filhas menores que sofria violência doméstica é resgatada pela Polícia Militar

A Polícia Militar, por meio do 6º BPM, atendeu uma ocorrência de violência doméstica no distrito de Surpresa, na tarde do dia 01 de abril. De acordo com a vítima, ela sofreu  agressões físicas e verbais por parte do marido, sofrendo lesões como hematomas no olho e na perna. Além disso, informou que vinha sendo agredida desde o último sábado, 30 de março 2024. No dia 1, conseguiu entrar em contato com a PM. Após receber o pedido de socorro, uma guarnição se deslocou até o distrito, via deslocamento fluvial.

Ao constatar a gravidade da situação, a vítima e suas duas filhas menores foram retiradas do local com autorização da mesma, sendo levadas para a cidade de Guajará-Mirim, onde tem apoio familiar. Dessa forma, medidas protetivas foram solicitadas pela vítima, que temia pela própria vida devido as ameaças do agressor. Assim, o caso foi registrado e está sendo acompanhado pelas autoridades competentes, visando garantir a segurança e integridade da vítima e de seus familiares.

De acordo com a análise do histórico de violência, revelou que o agressor apresenta comportamentos possessivos e ciumentos, além de fazer uso abusivo de álcool e drogas. A vítima, por sua vez, manifestou interesse em receber medida protetiva e em abrigo temporário fornecido por órgão público específico, demonstrando a gravidade da situação e a necessidade de intervenção para garantir sua segurança.

Este caso reforça a importância do trabalho da Polícia Militar no combate à violência doméstica e na proteção das vítimas, bem como a necessidade de conscientização e medidas efetivas para prevenir e coibir esse tipo de violência.

Fonte: Assessoria da Polícia Militar