Homem é assassinado pelo primo de 16 anos em Ouro Preto D’Oeste

Na noite deste domingo (7) um homem foi assassinado a golpes de faca na Estância Turística Ouro Preto do Oeste, o crime aconteceu no Conjunto Habitacional Ouro Preto II, que fica na Rua Sebastião Arrabal Conde ao lado do parque Expo Show Norte, o residencial de casas populares é palco do terceiro assassinato registrado na cidade entre dezembro e abril deste ano.

A vítima do homicídio desta noite é Wandersson da Silva, 35 anos, e o autor do crime é o primo adolescente de 16 anos. A Polícia Militar foi informada que estava tendo uma briga em via pública no Conjunto Habitacional, e quando a viatura chegou já havia uma equipe de socorristas do Corpo de Bombeiros, e Wandersson estava caído ao solo.

Wandersson foi morto por um menor a poucos metros de onde matou recentemente, a facada, um também adolescente de 17 anos.

 

 

Na noite de ontem, os policiais militares tomaram anotações de testemunhas, obtiveram informações e rapidamente se dirigiram até a residência do autor do homicídio, que fica quase em frente o local do crime, mas só encontraram familiares do adolescente, que fugiu do local.

Após ouvir parentes, os militares anotaram que a rixa entre Wandersson e o primo menor de idade teria aparecido após uma situação desagradável ocorrida na sexta-feira (5) envolvendo duas crianças primas, irmão do menor e filha de Wandersson, dentro de um comércio nas proximidades do bairro.   

Equipe da Politec realizou o trabalho de perícia na cerna do crime

Ainda de acordo com os relatos prestados a Polícia Militar, a companheira de Wandersson e a tia dele, mãe do adolescente, tiveram uma discussão acalorada, uma segunda discussão na tarde deste sábado, e no período da noite voltaram a trocar acusações até saírem no braço até se lesionarem.

Ainda segundo relatos de familiares, o adolescente foi intervir na briga e teria agredido a esposa de Wandersson que não interviu, e saiu com a esposa do local.

Pouco depois, Wandersson retornou com uma chave de fenda na mão e sua tia afirma ter o ouvido dizer que “hoje ele matava ou morria”, momento em que o adolescente teria ido ao encontro do primo com uma faca e desferido um golpe profundo e fatal no abdômen da vítima.

A Polícia Técnico-Científica (Politec) esteve no local para o trabalho pericial, agentes da Polícia Civil também acompanharam o serviço dos peritos e a remoção do corpo pela funerária.

 Vítima respondia pelo homicídio de Kaua Vitor Ferreira da Silva

Wandersson foi morto a menos de 100 metros de onde ele assassinou na tarde do dia 02 de dezembro de 2023, um sábado, o adolescente Kaua Vitor Ferreira da Silva, 17 anos. Ao se apresentar dois dias depois na Delegacia de Polícia de Ouro Preto do Oeste, ele alegou que o adolescente teria agredido sua filha de 11 anos, com quem mantinha um relacionamento.  

Kaua (sem acento) foi morto por um único golpe desferido por Wandersson que o acertou no peito, do lado direito. Dois dias após o homicídio do menor, Wanderson confessou o crime e alegou que a vítima teria agredido sua filha de 11 anos, com quem mantinha um relacionamento.

Kaua Vitor Ferreira da Silva foi morto por Wandersson no dia 2 de dezembro de 2023  

Com o assassinato de Wandersson, que era réu confesso no homicídio do menor em dezembro, o inquérito do processo criminal que estava em curso na UNISP será arquivado em relação a ele.

Fonte: CorreioCentral