Laudo revela: Menino de 03 anos estava vivo ao ser atirado em poço em Cerejeiras

 Um laudo recente revelou detalhes chocantes sobre o trágico assassinato de um menino de apenas 3 anos na área rural de Cerejeiras. O corpo da criança, identificada como Alfredo Alves da Silva, foi encontrado dentro de um poço, e a situação se torna ainda mais cruel com a constatação de que ele estava vivo quando foi atirado ali.

O delegado Mayckon Pereira, responsável pelas investigações, explicou que os laudos indicam que o garoto provavelmente morreu afogado, após perder a consciência já dentro da estrutura de concreto. A madrasta do menino, principal suspeita do homicídio, agora enfrenta acusações graves. Ela teria usado um meio cruel para matar a vítima e negado qualquer chance de defesa.

O inquérito policial, que atribui à mulher os crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, já foi entregue ao Ministério Público, que deverá denunciá-la e propor que o caso seja levado a júri popular.