Helicóptero que caiu no Irã transportava nove pessoas, incluindo presidente do país

Nove pessoas estavam no helicóptero que fez um pouso forçado no noroeste do Irã neste domingo (19), incluindo autoridades, membros da equipe de voo e de segurança, informou o jornal iraniano Tasnim News.

O meio de comunicação administrado pela Guarda Revolucionária Iraniana informou que os passageiros incluíam:

Mas, o frio extremo e a neblina dificultam muito a operação de resgate.

Os socorristas enfrentam fortes ventos e temperaturas em torno dos 10°C. Porém, é difícil obter dados precisos da região de montanhas onde o caso ocorreu. Segundo meteorologistas, as temperaturas podem estar negativas.

Mais de 20 equipes, incluindo a Cruz Vermelha do Irã e Azerbaijão, o exército iraniano, montanhistas e drones fazem buscas na área.

A Turquia disse que iria enviar helicópteros que possuem visão notura para auxiliar na operação durante a madrugada. A Rússia forneceu mais de 50 socorristas e um avião para ajudar as equipes no local.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

O Irã também disse que conseguiu contato com duas pessoas que estavam a bordo da mesma aeronave que o presidente horas depois da queda.

Três helicópteros estavam voando na mesma rota antes de dois perderem contato com o helicóptero de Raisi.

Mesmo com a comunicação, ainda não se sabe a real gravidade do incidente e nem o estado de saúde dos passageiros.