Brigadeirão envenenado: veja tudo o que se sabe sobre o caso

A Polícia da 25ª Delegacia Policial de Engenho Novo, no Rio de Janeiro, investiga há 10 dias a morte de Luiz Antônio Ormond, encontrado morto no apartamento onde vivia. O caso envolve um brigadeirão envenenado, a namorada de Luiz, uma cigana e uma suposta dívida de R$ 600 mil.

Os investigadores acreditam que o crime foi premeditado. A principal suspeita do crime, a namorada da vítima, está foragida. Confira as informações já divulgadas sobre o caso.

Cena do crime

O corpo do empresário Luiz Marcelo Antônio Ormond foi encontrado em estado avançado de decomposição no dia 20 de maio. A descoberta foi feita no apartamento onde ele morava, no bairro Engenho Novo, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

O corpo foi encontrado sentado no sofá da sala do apartamento. Ao lado dele, foram achadas cartelas de morfina. Além disso, havia dois ventiladores ligados, um no teto e outro no chão, em direção à janela.