O ex-CEO da Americanas Miguel Gutierrez foi preso nesta sexta-feira (28/6) em Madri, Espanha

O ex-CEO da Americanas Miguel Gutierrez foi preso nesta sexta-feira (28/6) em Madri, Espanha, segundo informações da coluna de Malu Gaspar.

Gutierrez foi alvo de mandado de prisão preventiva na última quinta-feira (27) com a deflagração da Operação Disclosure, da Polícia Federal.

Ele estava com o nome incluído na lista vermelha de procurados pela Interpol após o mandado não ser cumprido, uma vez que o ex-CEO estava fora do país. A investigação da PF, que conta com a colaboração da atual diretoria da empresa, revelou a prática de crimes como manipulação de mercado, uso de informação privilegiada, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Segundo a Polícia Federal, os ex-diretores praticaram fraudes contábeis relacionadas a operações de risco sacado, que consiste em uma operação na qual a varejista consegue antecipar o pagamento a fornecedores por meio de empréstimo junto aos bancos.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

Além disso, também foram identificadas fraudes envolvendo contratos de verba de propaganda cooperada (VPC), que consistem em incentivos comerciais que geralmente são utilizados no setor, mas no presente caso eram contabilizadas VPCs que nunca existiram.