Criança de 5 anos abusada e espancada foi capturada na rua quando seguia de bicicleta para casa da tia

Um revoltante crime ocorrido no início da noite desta quinta-feira (05) na cidade de Jaru, despertou a ira e a preocupação de país com filhos seus pequenos.

Uma menina de apenas 5 anos de idade foi capturada na rua no setor chacareiro, enquanto seguia de bicicleta para a residência de sua tia. O acusado a levou à força para sua residência, onde a espancou com socos e tapas e lhe abusou sexualmente.

A casa em que a criança reside com sua mãe é próxima à residência de sua tia, com apenas a casa do acusado entre elas. Foi nesse trajeto que ele a agarrou.

Ao ser abordada o conduzido a levou para dentro da residência, mantendo a criança sob cárcere, ele tirou a roupa da criança e começou penetrar os dedos em suas partes intimas, com os gritos da criança, ele começou a agredi-la fisicamente com tapas e soco na cabeça.

Após cometer o ato, o agressor deu banho na criança e a levou até a residência de sua mãe, segurando-a pelo braço de maneira agressiva, já dizendo à mãe que não teria feito nada com a criança. A menina então começou a relatar para a mãe o ocorrido, com o agressor ainda segurando seus braços. Nesse momento, o acusado passou a ameaçar a criança, mandando que ela se calasse ou iria pegar um cinto para agredi-la. Ele também proferiu palavras ríspidas contra a menina, chamando-a de desgraça e peste. A criança apresentava um inchaço na testa, que, segundo a mãe, teria sido causado pelo agressor. Nesse momento, vizinhos ouviram a discussão e foram averiguar o que ocorria. O agressor então soltou a menina, montou em uma motocicleta e se evadiu do local. A mãe da criança se deslocou ao hospital com a menina.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

 

Com base nas informações, a PM fez diligências para localizar o infrator, se dirigindo a residência do acusado, onde não o encontraram. A polícia foi informada que ele possivelmente estaria na casa de sua namorada, na rua Rio Branco. Chegando ao local, o proprietário da casa indicou que ele estava nos fundos.

Ao perceber a presença da polícia, o infrator tentou fugir, mas foi alcançado e resistiu à prisão. Foi contido com técnicas policiais, sofrendo lesões leves. Logo em seguida foi Conduzido à UNISP, ele afirmou que apenas tirou a roupa da menina para dar-lhe um banho, negando o abuso.

O delegado de plantão o autuou pelo crime cometido, e a criança ficou hospitalizada.

Fonte: Jaruonline