Sórdido: Religioso é preso em Ji-Paraná por estupro de vulnerável

 

Na noite deste domingo,07 de julho de 2024, a guarnição comandada pelo Cabo Tupan e Cabo Gonçalves foi acionada para atender uma ocorrência de estupro de vulnerável, no local em contato com o pai ele falou aos policiais que há cerca de 2 semanas o filho de 5 anos, perguntou ao pai se uma criança pegar nas partes íntimas de um homem era pecado.

O pai então perguntou ao filho o que estava acontecendo, nesse momento o menino disse ao pai que o amigo da família que cuidada dele para os pais trabalharem colocava vídeos de homens com homens no celular, tirava a roupa e pedia que o menino fizesse com ele como estava no vídeo.

A criança disse que apenas tocava o órgão genital do homem, mas não conseguia colocar a boca como o homem pedia. 

Após a captura do suspeito que dizia ser religioso e confessou o ato, e falou aos policiais que fazia isso com frequência quando ele ficava com menino, pois os pais do garoto confiavam nele, pois eram na mesma igreja e que ainda recebia 50 reais para cuidar do garoto.

Clique aqui e entre em nosso grupo do whatsapp

O criminoso ainda relatou que para ver os vídeos ele usava uma guia anônima da internet.

O homem falou que sempre ficava sem roupa na frente do menino e pedia para ele fazer como nos vídeos.

Diante da confissão do elemento, ele recebeu voz de prisão, sendo levado para UNISP para registro de ocorrência.