Ji-Paraná registra mais de 250 casos de tuberculose em 2019

Prefeitura intensifica divulgação alertando sobre os sintomas e a importância do diagnóstico precoce

banner tim pizza
banner pax nacional

De janeiro a outubro deste ano, o Centro Especializado em Patologias Tropicais Padre Adolfo Rohl, vinculado à Prefeitura de Ji-Paraná, atendeu 262 pacientes com tuberculose, mas os números poderiam ser maiores porque muitas pessoas podem ter a doença e não saber. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) intensifica a divulgação sobre os sintomas da tuberculose. A ação está sendo feita também para lembrar o Dia Nacional de Combate à doença, 17 de novembro. O objetivo do alerta é para que as pessoas façam o diagnóstico e iniciem o tratamento, oferecido gratuitamente pelo município.

A diretora do Centro Especializado Adolfo Rohl, Luana Garcia Mendes, chama a atenção para os sinais e sintomas mais frequentes. “Pedimos que as pessoas fiquem atentas, caso estejam com tosse seca ou com secreção por mais de três semanas, podendo evoluir para tosse com pus ou sangue; cansaço excessivo; febre baixa geralmente no período da tarde, suor noturno; falta de apetite; emagrecimento acentuado e rouquidão”, explicou. Quem perceber estes sintomas deve procurar imediatamente o Centro Especializado que fica localizado na Rua Presidente Vargas, ao lado da Agência do INSS, Centro da cidade. O horário de atendimento é das 7h30 às 17h30.

Para motivar as pessoas a procurarem atendimento precoce, a Prefeitura está realizando palestras nas empresas e prepara pit stop para distribuir panfletos com orientações sobre a doença. “Estamos atendendo as empresas com informações importantes para os funcionários. Além disso, teremos um pit stop na próxima quinta-feira (14) pela manhã, no semáforo da Rua Seis de Maio com a Br-364, e a noite no feirão do produtor. Na sexta-feira (15), faremos o trabalho de conscientização novamente no Feirão, que fica localizado na Avenida Marechal Rondon, Centro da cidade”, acrescentou a diretora Luana Mendes.

A tuberculose é uma doença infecciosa, causada pela bactéria Mycobacterium Tuberculosis e afeta principalmente os pulmões. A transmissão ocorre pelo contato com gotas da saliva, por meio da fala, espirro ou tosse. Segundo o Ministério da Saúde, a doença continua sendo uma epidemia em grande parte do mundo. O Brasil está em 18º lugar entre os 22 países responsáveis por 82% do total de casos de tuberculose no mundo. Mesmo sendo uma doença possível de ser prevenida, tratada e curada, ainda mata cerca de 4,4 mil pessoas todos os anos no Brasil.

Fonte: Diário da Amazônia

rotativo2